Axis36

La Fem Fatal

La Fem Fatal

Duração: 9 min
Classificação: Livre

Axis36 é o equilíbrio dos corpos, do próprio trapézio e do trapézio giratório. Com todos esses eixos no ar, o grupo busca construir sua própria linguagem de continuidade. A técnica do trapézio duplo é repleta de empunhaduras, deslizamentos, impactos, ritmos, acrobacias e muita física. Como podemos fazer com que o público entenda isso como um todo durante 10 minutos? Como um traço no papel sem levantar o lápis. O objetivo é, sem diferenciar todos esses conceitos, mostrar uma peça de alta intensidade técnica onde não há cortes e o movimento nunca para. Eixo, discurso utópico. Palavra afundada na necessidade de sentir certo equilíbrio. Falsa percepção de imobilidade entre passado e futuro. Um presente vivo, zeloso e constante. Um lugar que não admite dúvidas, que se alimenta de reajustes e que olha em desacordo a sua própria verticalidade. Um caminho, uma viagem, uma vida cheia de distorções…

Toni (Barcelona, 1983) e Asvin (País Basco, 1983). Ambos treinaram e se especializaram em trapézio duplo com Pilar Serrat (Circus School Rogelio Rivel, Barcelona) e depois com Yuri Sakalov (Ecole Superieur des Arts du Cirque, Bruxelas). Como uma segunda disciplina, Toni escolheu corda e aprendeu com professores como Emiliano Ron, Helene Embling (NICA, Melbourne). Asvin escolheu o pólo chinês e foi aprender com professores como Jeremias Faganel, Moritz ou Foucault. Os dois artistas realizam viagens e diversos treinamentos em países como Brasil, Inglaterra e Austrália. O casal se conhece da cena circense catalã há anos, mas só em 2014 é que decidem unir esforços e trabalhar juntos por um sonho comum, o projeto La Fem Fatal.