IV Seminário de Artes Circenses:
O lugar do circo - Memória, Economia e Desenvolvimento

Painel II – Memórias do Circo Cearense

Com Edson Pinto Brandão, Francisco Edson Alves Brandão (Palhaço Consultinha), Círio Santos, José de Abreu Brasil (Pimenta) e Rayara Santana
Mediação: Cláudio Ivo e Inambê Sales


Data: 08 de dezembro de 2021
Hora: 14H

Local: Auditório da Vila das Artes
Rua 24 de Maio, 1221 - Centro, Fortaleza

Cláudio Ivo

Mediação
Cláudio Ivo
: Multiartista, ator, circense, diretor de teatro e circo, palhaço, professor de palhaçaria, teatro, máscaras brincantes e Commedia dell'arte.

Inambê Sales

Mediação
Inambê Sales Fontenele:
Pedagoga (URCA), Mestre e Doutora em Educação Brasileira (UFC), pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Ambiental Dialógica, Educação Intercultural e Cultura Popular da Universidade Federal do Ceará (GEAD / UFC) e professora efetiva no Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia (IFCE) campus Camocim, Ceará.

Edson Pinto Brandão

Edson Pinto Brandão: Edson Brandão é descendente de uma grande família de circenses iniciada quando Artur Brandão, em 1916, ganhou as cidades cearenses com um pano de roda. A partir dele, duas numerosas famílias que se constituíram saíram espalhando o circo pelo país. Hoje, a família Brandão é uma das principais famílias circenses do Brasil. “São uns 50 a 60 familiares com circo”, contabiliza Edson.

Francisco Edson Alves Brandão - Palhaço Consultinha

Francisco Edson Alves Brandão (Palhaço Consultinha): O palhaço Consultinha, filho de Edson Brandão, é artista nascido e criado debaixo de lona do circo Halley, desde o ventre de sua mãe “já chutava a barriga em ritmo de música, como diz seu pai”. Sua vida inteira vem sendo dedicada ao circo, numa simbiose perfeita. Trabalhou nos principais circos do Nordeste e fez sua fama como o homem aranha do giro e passeio, além disso também é malabarista. Com admirável organização, seu número é por muitos considerado o mais completo e mais bem executado de todos os circos.

Círio Santos

Círio Brasil: Círio dos Santos Brasil, nasceu no ano de 1973 na barraca do Circo do seu Borges na cidade de Santarém no Pará. Em 1980 veio para Fortaleza, por motivos familiares. Com a separação dos pais e a partida do seu pai, o Palhaço Pimenta, referência nacional, ele e seus irmãos começaram a trabalhar para dar o sustento da mãe. Cada um trabalhou em circos diferentes, dentre eles: Circo Dakar, Circo Iracema, Circo Halley, Circo Columbia do Palhaço Bolachinha, Circo Alegria do seu Luís e Circo de Roma do seu Isaque. No ano de 1990, a matriarca Francisca dos Santos Brasil, mais conhecida como Dona Mirtes, encontrou um anjo chamado Murilo que comprou, com seu próprio dinheiro, o material para ela pudesse iniciar um Circo e foi a partir daí que surgiu o Circo Mirtes circulando por várias cidades do estado do Ceará e quase todos os bairros da cidade de Fortaleza. Círio vem trazer as memórias desse importante circo que fez história no Ceará.

Pimenta

Pimenta: José de Abreu Brasil, popularmente conhecido como Pimenta, é o mais antigo palhaço em atividade do Ceará, recém contemplado como Mestre da Cultura do Estado do Ceará. Com mais de 50 anos dedicados ao universo do circo, é a grande inspiração para muitos artistas e palhaços no Ceará e no Brasil. Gerou uma grande família e com ela grandes artistas circenses, filhos e netos que seguem a arte e a profissão do avô.

Rayane Santana

Rayane Santana: Circense, quinta geração de família tradicional de circo, bisneta de Zoalinde Santana e neta de Uiara Santana. Exerceu a função de partner no picadeiro,  uma eterna apaixonada pelo circo. Atualmente trabalha como recepcionista.