Verde que te quero verde!

Símbolo de esperança e renovação, o verde nos traz a sensação de saúde, segurança, crescimento e plenitude.

O Festival Internacional de Circo do Ceará traz em sua sétima edição essa cor cheia de vida, repleta de significados tão importantes para os tempos em que vivemos.

É tempo de pensar nesse verde que simboliza a saúde desejando uma cura para o mundo.

É tempo de trabalharmos ainda mais para garantir que público, artistas e equipe sintam -se seguros sabendo que todas as medidas serão adotadas para que possam desfrutar de momentos de alegria em um ambiente seguro.

É tempo de cuidar das nossas matas, nosso verde que nos rodeia, enche nossos pulmões de ar e deixa nossa vida mais agradável.

É tempo de desafios, crescimento e aprendizado. Novos olhares, novas formas de fazer, novo jeito de levar a arte até você.

Em tempos de isolamento social, restrições, ruas e praças vazias, teatros e cinemas fechados, circos desarmados nos restou ver.  

Algumas coisas ver de perto, olhar mesmo, com calma, com olhos de contemplação: nossos filhos, nossos companheiros, nossos pais, avós, nossos bichos. Outras coisas, ver de longe.

A live nossa de cada dia, nossos amigos, nossos colegas de trabalho, nossos shows, nossos espetáculos, tudo virtual, de longe, mas que nos aproximou mais ainda.

Por isso, vamos todos juntos, mas distanciados, ver o Circo. Pelas telas de seus aparelhos ou nas cidades por onde passaremos, de novembro a janeiro o Circo vai até você!!

8 Atraçoes Nacionais

14 Atraçoes Internacionais

51 Atraçoes Cearenses